quinta-feira, 1 de março de 2012

A História de Jonas - Verdade ou Mito?

Engolido por uma Baleia: o Jonas do Século 19

No final do século XIX, um relato surpreendente trás a tona uma possível verdade de um dos mais importantes relatos bíblicos.



Em 1891, James Bartley estava a bordo do baleeiro Star of the East em uma expedição às Ilhas Malvinas (em inglês, Falkland Islands), no Atlântico Sul.  Um vigia avistou uma imensa baleia cachalote quase novecentos metros do bombordo. E uma corrida mortal se iniciou entre o Star of the East e o gigantesco mamífero.

O jovem Bartley estava no primeiro escaler a se aproximar da presa. Eles se aproximaram por trás; e, ao ser lançado, o arpão atingiu profundamente as partes vitais do cachalote. Enquanto a baleia lutava para se libertar do arpão, Bartley e os outros remavam freneticamente para sair do alcance da barbatana caudal. A baleia soltou um jato de água antes de dar um mergulho.

Os remadores se prepararam para pular do barco e se salvarem. Sem aviso, o escaler foi lançado para cima. A baleia se debatia violentamente, mordendo os homens e os destroços, gerando uma espuma sangrenta.

Outro escaler pegou os sobreviventes, mas dois homens estavam faltando, entre eles o jovem James Bartley.
Já morta, a baleia flutuava alguns metros da embarcação. A tripulação amarrou o animal e um gancho a levou para próximo do navio. O clima quente permitiu que a baleia fosse cortada de uma só vez. Impossibilitados de levá-la para dentro da embarcação, os homens retiraram o revestimento de gordura do imenso mamífero.

Mais tarde, os cansados marinheiros removeram o estômago e lentamente o puseram dentro no convés. Eles se assustaram com um movimento no interior do saco. Alguma coisa viva e que respirava estava em seu interior. O capitão chamou o médico do navio, que fez uma incisão na carne áspera. E o marinheiro desaparecido James Bartley deslizou para fora do estômago da baleia. Ele estava vivo, mas inconsciente.
James foi banhado com água do mar para que recobrasse sua consciência. Ele balbuciava incoerentemente. 

Confinado em uma cabine por semanas e preso para que não se machucasse enquanto se debatia severamente, James foi, aos poucos, retomando os sentidos. Em um mês, ele estava apto para relatar o que havia acontecido em sua terrível experiência.

“Quando eu fui lançado para fora do barco, eu vi uma imensa boca aberta diante de mim. Eu gritei e me engasguei. Eu sentia fortes dores enquanto eu escorregava entre os dentes e para um tubo viscoso que me levou para dentro do estômago da baleia. Eu podia respirar, mas o odor quente e fétido me deixou inconsciente. E a última coisa que me lembro é que eu chutava o mais forte que podia nas paredes do estômago, até que fiquei inconsciente e só acordei agora, quase um mês depois.”


Por causa das 15 horas que ficou dentro do estômago do mamífero, Bartley perdeu todos os pelos do corpo e ficou cego para o resto da vida.  Sua pele ficou pálida, dando-lhe a aparência de que não tinha sangue, apesar de estar saudável.

James nunca mais fez uma viagem marítima e se estabeleceu como sapateiro na sua cidade natal de Gloucester, Inglaterra. Ele morreu 18 anos depois de sua aventura memorável. Em sua lápide há um pequeno relato de sua experiência no mar e uma nota final que diz:
“James Bartley – 1870-1909 – Um Jonas Moderno.”

Um homem sobreviveu 15 horas dentro de uma baleia. Jonas, um dos mais famosos personagens bíblicos, permaneceu vivo dentro de uma durante 3 dias e 3 noites. Não podemos afirmar nem tão pouco negar que essa narrativa seja verídica, mas sabemos que um homem na era moderna repetiu um dos feitos mais difíceis descritos na Bíblia. Então, uma pergunta fica no ar: se um homem pôde ficar 15 horas vivo dentro de uma baleia, será que Jonas poderia ter sobrevivido durante 3 dias?

Obs.: o relato é baseado em uma narrativa real do próprio James Bartley, tendo sido, portanto, readaptado.

Fontes:
http://www.ycaol.com/swallowed.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/James_Bartle

18 comentários:

  1. como tem coragem de levantar dúvidas referente ao relato Bíblico a respeito de Jonas? e outra... na Bíblia não diz que foi uma baleia que engoliu Jonas e sim um "grande peixe"... portanto a historia pode ser bem diferente da de Jonas com Jame...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você tivesse lido o post por inteiro, teria visto que não pus em dúvida a narrativa bíblica; muito pelo contrário, eu apenas usei um argumento a favor da mesma. Então, da próxima vez, leia duas vezes...

      Excluir
    2. Voce colaca duvida sobre os relatos biblico, e aceita a historia de um homem simples como essa, sua pergunta final deixa duvida sobre Jonas, mas não sobre James, talves um cego lunatico..

      Excluir
    3. é que a bíblia só tem mentira e controversia...é tão sagrada que só tem escrito bíblia uma vez no livro; na capa...

      Excluir
  2. O antonio ai e muito mente fechada Rodolpho Silva, gostei muito de sue post, Deus o abençoe.

    ResponderExcluir
  3. Como um sujeito sobreviveria 3 dias e 3 noites no estômago de uma baleia e não virar "pasta" por causa dos sucos gástricos? Ah, por favor, né? e Rodolpho sou usuário do YR, blz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belial, eu acho que sei quem você é. Seja bem vindo.
      Olha, o que eu quis frisar no post foi a possibilidade de que um ser humano pode, por mais difícil que seja, sobreviver neste situação. Eu não quero provar nada, só mostrar uma possível verdade.

      Excluir
  4. Na bíblia não diz que foi uma baleia e sim um " peixe grande " pode ser outro com o estômago mais agressivo ou não e também o tempo faz muito diferença, enfim, mesmo eu sendo ateu gostei do blog.

    ResponderExcluir
  5. Segundo estudos recentes, o peixe mais provável teria sido o Tubarão Baleia ou Tubarão Elefante que chegam a medir entre 12 e 20 metros.

    Ambos não possuem dentes, se alimentam principalmente de plâncton e portanto não sendo necessário ter o ácido forte e abundante existente no estômago da baleia, que na realidade não é um peixe e sim um mamífero.

    Bom post!

    ResponderExcluir
  6. Estamos esquecendo que Deus operou um MILAGRE no relato de Jonas. Então nenhum acontecimento poderá ser igual aquele humanamente falando.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do post. Na minha opinião provavelmente tenha sido a baleia cachalote, pois estas baleias habitam a região do mar mediterrâneo, possível local onde Jonas foi lançado ao mar, pois ele deveria passar por lá para pregar na cidade de Nínive. A Cachalote pode chegar a quase 30 metros e só a cabeça tem 1/3 do corpo.
    Abçs

    ResponderExcluir
  8. Bom,quanto ao animal,poderia,ser o tubarão baleia,ou Cachalote ,a determinação de localidade e espécies ali,não da para comparar bíblicamente e cientificamente,pois ali foi operado um milagre,já vi matérias desmentindo a cor e raça de jesus,e que o fruto proibido não seria a maçã,como vemos figurado hj,boa matéria,é bom para ateus ficarem com a pulga atrás da orelha^^

    ResponderExcluir
  9. a contradição nesse assunto, uma hora cita que o rapaz estava inconsciente e depois fala que os homens viram um movimento no saco !
    a contradição sim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo estando inconsciente, acredito que a pessoa possa se mexer involuntariamente. Acho que depende da área do cérebro afetada.

      Excluir
  10. Não sei como Jonas sobreviveu, mas a mão de Deus estava com ele, o que torna tudo possível. Deus te abençoe Rodolpho. Artigo muito bom, parabéns.Usarei em uma aula sobre Jonas.

    ResponderExcluir
  11. Essa história fantasiosa não passou de um símbolo para inspirar temor e obediência à doutrina dos antigos hebreus,que viviam na época aprisionados a práticas políticas de dominação do povo através da imposição do monoteísmo.Não sei porque todo fundamentalista acredita piamente que a natureza deve se curvar perante às loucuras de suas crenças absurdas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo e respeito sua opinião. Mas, essa história de que a religião surgiu como uma forma de manipulação de massa é fruto de um verdadeiro fanatismo antirreligioso. É acreditar demais em teorias da conspiração.

      Excluir
  12. Sim foi uma baleia que engoliu Jonas sim Jesus deu o sinal de Jonas e disse que foi uma baleia que tragou Jonas

    ResponderExcluir